Sofia Oliveira
Desporto, 20.12.2018 às 10:11
Kickboxing da AAUMinho fecha 2018 com oito medalhas!
A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho) fechou com “chave de prata” o ano de 2018 ao conquistar um total de oito medalhas (1 de ouro, 5 de prata e 2 de bronze) no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Kickboxing, na variante de Lightkick.

Bem perto do céu (na Covilhã), mas um pouco longe do objetivo inicial (mais títulos individuais), poderia ser a forma para começar a descrever a participação da AAUMinho neste CNU de Kickboxing.

Com o nível qualitativo da competição a subir, bem como o número de academias inscritas, torna-se mais difícil alcançar os resultados de anos anteriores. Manuel Gomes, o responsável pela modalidade na UMinho frisou isso mesmo, apontando inclusive para o facto de começarem a aparecer cada vez mais atletas profissionais a competir nas provas universitárias.

“Tivemos algumas baixas importantes por doença e isso acabou por afetar a pontuação coletiva”, indicou o técnico dos minhotos. Um exemplo disso mesmo foi Luís Gomes (Mestrado Integrado em Engenharia Informática), que apesar de estar com uma gastroenterite, foi um exemplo de superação e acabou por conquistar a prata nos -69kg.

As restantes medalhas de prata foram alcançadas por João Marinho (Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial) nos -74kg, Ricardo Leal (Mestrado Integrado em Engenharia Informática) nos -79kg, Ana Peixoto (Mestrado em Crime, Diferença e Desigualdade) nos +65kg e Rita Novais (Mestrado em Sistemas de Informação) nos -55kg.

As duas medalhas de bronze foram conquistadas por Áureo Benedito (Licenciatura em Ciências da Computação) nos -63kg e Zenilda Venâncio (Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial) nos -65kg.

A terminar a contagem, Sofia Oliveira (Mestrado Integrado em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores) voltou mais uma vez (a terceira consecutiva em igual número de anos) a subir ao lugar mais alto do pódio na categoria de -65kg.

A próxima prova, o CNU de Low-kick ditará a classificação coletiva final. Este decorrerá também na Covilhã, sendo que ainda não tem data marcada.

Texto e Fotografia: Nuno Gonçalves

Arquivo de 2018