IMG_4593-2
Cultura, 12.11.2019 às 17:55
Tun’Obebes "brilha" no FETUF
A Tun’Obebes - Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho participou no passado dia 9 de novembro, na 18ª edição do FETUF de onde trouxe os prémios de melhor pandeireta, melhor adaptação ao tema e o prémio de tuna mais tuna.

A participação como tuna a concurso foi o arranque do período de festivais, a qual aconteceu na cidade do Porto a convite da Tuna Feminina do ISCAP.

O festival contou com um dia de festa em que as tunas presentes a concurso, a Tuna Feminina de Engenharia do Porto, a Tuna Feminina do Instituto Superior de Engenharia do Porto, e a Tuna Feminina da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, animaram a cidade do Porto.

A noite de espetáculo teve lugar no grande auditório do ISCAP, onde a Tun’Obebes apresentou o seu registro habitual. Com o tema Portugal como fundo, relembrou um dos momentos mais icónicos da cidade de Guimarães, a batalha de S. Mamede. Emocionando a plateia ao som da “Paixão” de Rui Veloso ou agitando os mais audazes a uns passos de dança ao ritmo brasileiro de “Bebete Vambora”, a Tun’Obebes marcou a sua passagem pelo palco.

“Apesar de ser o primeiro festival do ano letivo, foi um espetáculo muito bom para arrancar esta jornada de festivais que ainda temos pela frente”, afirmou Francisca Cunha, a ensaiadora da Tun’Obebes.

O grupo segue agora rumo a Viana do Castelo para mais um festival nos dias 22, 23 e 24 de novembro, com o tema folclore, onde o Minho estará representado pelas engenheiras de Guimarães.

Redação

Arquivo de 2019