UMdicas_NG_TomadaCC (38)
Cultura, 14.10.2019 às 15:56
Helena Sousa é a nova presidente do Conselho Cultural
“A Universidade forma pessoas. Tem que valorizar a cultura”, palavras de Helena Sousa que tomou posse no passado dia 10 de outubro, como presidente do Conselho Cultural da Universidade do Minho. A cerimónia decorrida no Salão Nobre da Reitoria contou com a presença do reitor, Rui Vieira de Castro, para além de responsáveis de outros órgãos e estruturas orgânicas da Academia.

Sucedendo no cargo a Eduarda Keating, a professora catedrática do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho (UMinho) afirmou agradar-lhe “particularmente a possibilidade de trabalhar numa estrutura colegial que tem uma voz sobre a política cultural na nossa universidade”, sublinhando que irá procurar fazer com que essa voz “seja escutada e seja verdadeiramente útil à universidade, à região e ao país”.

Pretendendo incutir mais dinamismo e inovação ao órgão de consulta do Reitor e do Conselho Geral em questões de política cultural da Universidade, Helena Sousa revelou querer “potenciar dinâmicas inovadoras em articulação com as comunidades internas e externas à universidade”, um trabalho que pretende desenvolver “em rede”.

Segundo esta, a Universidade deve-se “orgulhar das suas Unidades Culturais” que exprimem o ser da Academia, devem ser valorizadas, afirmando que “Ninguém é culto sozinho e, por isso, as Unidades Culturais são tão importantes”, caracterizando-as como “lugares de encontro” e “lugares de partilha”.

Confiante, satisfeito e agradecido com a anuência do cargo pela professora Helena Sousa, o reitor da UMinho considerou estar perante alguém que tem “um conhecimento profundo da realidade da Universidade e por efeito das circunstâncias em que se move”.

Destacando que a UMinho tem pela primeira vez um pelouro para a Cultura e Sociedade, Rui Vieira de Castro sublinhou que “estamos a dar passos novos e passos significativos na cena cultural”, afirmando que “o Conselho Cultural em colaboração com a vice-reitoria vai trazer condições novas e significativas para esta dimensão da atividade da Universidade”, disse.

A presidência do Conselho Cultural já pertenceu a personalidades como Lúcio Craveiro da Silva, antigo Reitor da UMinho, seguindo-se José Viriato Capela, Ana Gabriela Macedo e Maria Eduarda Keating.

Texto: Ana Marques

Fotos: Nuno Gonçalves

Arquivo de 2019