UMDicas_NG_TomadaARCUM2019 (40)
Cultura, 12.02.2019 às 16:36
ARCUM renova liderança e olha para o futuro com otimismo!
A Associação Recreativa e Cultural da Universidade do Minho (ARCUM) empossou, no passado dia 8 de fevereiro, os novos órgãos sociais, que mais uma vez voltam a ser liderados por André Marcos.

Foi pequena para tantos alunos, ex-alunos e individualidades, a sala da sede da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) que na passada sexta-feira serviu de palco para mais uma passagem de testemunho da ARCUM.

Num ano em que, segundo André Marcos “se lançaram sementes que poderão dar muitos frutos”, o balanço das atividades foi “muito positivo”. O presidente da ARCUM destacou a quantidade de “desafios superados com distinção, como foram os casos de um FITU Bracara Augusta de casa cheia, as comemorações do 25º aniversário do Grupo Folclórico, um festival “Do Bira ao Samba” memorável, um recital de poesia “Dois Versos e um copo” de notável formato, um vigésimo FUMP que encheu o centro histórico de tradições, e um Tunão surpreendente.”

“A ARCUM fez-se notar com uma maior presença em vários eventos, através do trabalho dos seus grupos, mas também dos diferentes departamentos que a compõem. Esta equipa está de parabéns!”, concluiu.

Na cerimónia estiveram presentes, o Reitor e o Administrador da UMinho, Rui Vieira de Castro e Carlos Menezes, o vice-presidente e a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques e Lídia Dias, o presidente da Cruz Vermelha de Braga, Armando Osório, o presidente da Junta de Freguesia de S. Vítor, Ricardo Silva e o presidente da AAUM, Nuno Reis.

Rui Vieira de Castro fez questão de destacar o excelente trabalho da associação:


"Sinto-me verdadeiramente satisfeito. A ARCUM e os grupos que a compõem tornaram-se uma parte integral da vida da Universidade, da cidade e da região. Isto acontece através da presença regular que conseguem garantir em múltiplos eventos e é expectativa dos grupos, da direção, que essa ação possa ser cada vez mais expressiva. Temos razões para acreditar que este é um caminho com futuro".

Para 2019, espera-se uma ARCUM ainda mais interventiva, com mais espetáculos, novos eventos e novas ideias!


Texto e Fotografia: Nuno Gonçalves 

Arquivo de 2019