xii-capote
Cultura, 10.05.2017
Tun’Obebes vence XII Capote
Bragança
No passado sábado, dia 06 de Maio, a Tun'Obebes rumou até Bragança para participar na sétima edição do Capote - Festival de Tunas Femininas de Bragança, organizado pela Tôna Tuna - Tuna Feminina Universitária de Bragança. As minhotas conquistaram os prémios de melhor tuna, melhor instrumental, melhor original e melhor porta-estandarte!

O Teatro Municipal de Bragança foi palco de muita música, animação e espirito académico. À Tuna Feminina do pólo de Azurém juntaram-se As Moçoilas - Tuna Feminina da Universidade da Beira Interior, a Lusitana - Tuna Feminina da Universidade Lusíada de Lisboa e a TAFUÉ - Tuna Académica Feminina da Universidade de Évora. 

A Tun'Obebes traz para o Minho os prémios de Melhor Instrumental, com o mais recente instrumental criado pela tuna, o "Al-Môndega", o prémio de Melhor Original, conseguido com a serenata que eterniza as capas dos estudantes e o espírito boémio, o "Capas Negras" e Melhor Porta-Estandarte. 

Fruto da grandiosa prestação da Tun'Obebes em Bragança, a tuna foi também premiada com o galardão de Melhor Tuna. 

Filipa Torres, a atual ensaiadora da tuna, afirma "que sair de um festival com estes prémios é uma sensação de realização enorme pois o esforço contínuo de todas nós é finalmente gratificado. Apesar de não serem os prémios a fazer um festival é sempre uma motivação para que continuemos a almejar mais alto".

Os ensaios da Tun'Obebes são às 2ªs e 4ªs no 1º Piso do Bar Académico em Guimarães.

Texto: Redação

Foto: Tun'Obebes

(Pub. Mai/2017)

Arquivo de 2017