0--225-c
Cultura, 20.04.2016
X Serenatas ao Berço: Tudo que é bom tem um fim!
Guimarães
Nos passados dias 15 e 16 de abril, a Tun'Obebes - Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho organizou a décima edição do seu festival, Serenatas ao Berço, numa das salas mais emblemáticas de Guimarães, o Centro de Artes e Espetáculos São Mamede.

O Serenatas ao Berço este ano teve um significado muito especial, pois consistiu na sua décima edição. Sendo assim, a Tun'Obebes não podia perder esta oportunidade para celebrar esta ocasião organizando dois dias de festival. O primeiro dia contou pela primeira vez na história do Serenatas ao Berço, com a noite de serenatas e o segundo dia com as atuações na sala de espetáculos do CAE São Mamede.

O X Serenatas ao Berço contou com as presenças de tunas de distintos pontos do país, do Minho contou com a Tun'ao Minho - Tuna Académica Feminina da Universidade do Minho, da cidade Invicta, participou a Cientuna- Tuna de Ciências da Universidade do Porto, de Coimbra, veio as Mondeguinas - Tuna Feminina da Universidade de Coimbra e por fim, mas não menos importante, a Sal&Tuna que se dirigiu de Rio Maior até à cidade de Guimarães.

A não esquecer ainda, as tunas a extra-concurso que participaram, os nossos vizinhos, a Afonsina - Tuna de Engenharia da Universidade do Minho e diretamente de Braga, a Gatuna - Tuna Feminina Universitária do Minho. Já a apresentação ficou a cargo dos irreverentes profetas da Universidade do Minho, os nossos padrinhos, a OPUM Dei - Ordem Profética da Universidade do Minho que partilharam com o público muita boa disposição e muitas gargalhadas durante as suas intervenções.

No final do X Serenatas ao Berço, o júri convidado decidiu os vencedores dos prémios. Esta noite foi sem dúvida muito especial para a Tun'ao Minho que arrecadou quatro prémios, o Melhor Tuna , o Melhor Original , o Tuna + Tema e o Melhor Pandeireta . Para a Sal&Tuna foram distinguidos os prémios de Melhor Porta-Estandarte , de Melhor Serenata e ainda o prémio Tuna + Barejo . Os prémios de Melhor Instrumental e de Tuna + Tuna foram atribuídos às Mondeguinas. Por fim, a Cientuna foi galardoada com o prémio Melhor Solista .

O Festival terminou com a tuna da casa, a Tun-Obebes, que, mais uma vez, brindou o público com muita música e animação, seguindo depois, como a tradição assim o exige, para o Bar Académico da cidade.

Aliado aos 23 anos da Tun-Obebes e à energia e brilho no olhar de quem ainda luta por este projeto deu-se por encerrado mais uma edição do Serenatas ao Berço, que ano após ano aproxima a cidade em que se insere, à vida estudantil e boémia que tanto caracteriza as tunas do nosso país.

Encontramo-nos no próximo ano, no XI Serenatas ao Berço!


Fonte: Tun'Obebes


(Pub. Abr/2016)

Arquivo de 2016