umdicas-ng-trovas18--13-fs
Cultura, 18.10.2013
TFIST vence XVIII Trovas com atuação “Vintage”
Theatro Circo
No ano em que o Trovas - Festival de Tunas Femininas organizado pela Gatuna - atingiu a maioridade, a Tuna Feminina do Instituto Superior Técnico foi a grande vencedora da noite ao arrebatar três (Melhor Tuna, Melhor Solista, Melhor Instrumental) dos seis prémios em disputa. Com uma atuação "vintage", tal e qual como o tema do Trovas, as alfacinhas encantaram a noite bracarense com as suas belas melodias.


Foi há 18 anos atrás, em 1995, ou seja, no século passado, que a Gatuna organizou pela primeira vez o Trovas. O Theatro Circo ainda não tinha sofrido o "face lifting", as tunas estavam na moda e até havia um concurso de tunas no Canal 1 da RTP intitulado "Efe-Erre-Á", que era apresentado por Manuel Luís Goucha.

Nessa primeira edição, as grandes vencedoras da noite vieram do outro lado da fronteira, de Espanha. O Theatro Circo estava quase cheio e ficou encantado com a performance de "nuestras hermanas", que apesar de se apresentarem em palco com apenas seis elementos, deram um autêntico "festival".

Passados 18 anos, num Theatro Circo completamente remodelado, sem tunas estrangeiras em placo, com muita gente miúda e graúda a ocupar quase por completo a plateia, a magia do Trovas mantêm-se viva, independentemente de qualquer crise financeira ou social. Esta é uma das coisas belas da cultura.

Para Teresa Carneiro da Gatuna, esta edição do Trovas superou todas as expectativas:

"O balanço é muito positivo! Correu tudo como planeado, ou até melhor! A sala estava cheia, as tunas a concurso estiveram muito bem. Os grupos extraconcurso animaram ainda mais o festival e a Gatuna conseguiu fazer uma retrospetiva musical  com o Medley que apresentou, com músicas marcantes destes 20 anos que passaram. Conseguimos também apresentar três músicas novas e três que foram remodeladas, esse sim era o grande desafio, e que conseguimos superar!"



Numa noite em que passaram pelo palco quatro tunas femininas a concurso -Tuna Feminina do Instituto Superior Técnico (TFIST), Tuna Feminina de Medicina da Universidade de Coimbra (TFMUC),  Tuna da Associação Académica da Universidade de Aveiro (TFAAUAv) e a A Feminina - Tuna da Feminina da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa - coube aos Jograis mais uma vez "encher chouriços"como só eles o sabem fazer entre as atuações das tunas. Os de amarelo mais uma vez brindaram-nos com o seu apurado sentido de humor e critica politica/social, arrancando gargalhada atrás de gargalhada ao público presente.

No final, a grande vencedora da noite seria a TFIST que venceu os prémios de Melhor Tuna, Melhor Solista e Melhor Instrumental. A Feminina levou para casa os prémios de Melhor Pandeireta e Tuna Mais Tuna, sendo que a TFMUC foi eleita a tuna com Melhor Porta-estandarte.

A festa continuou no Sardinha Biba até de madrugada, sempre com muita alegria e irreverência!

Texto e Fotografia: Nuno Gonçalves

(Pub. Out/2013)

Arquivo de 2013