umdicas-ng-celta2010v--1-
Cultura, 05.12.2010
CELTA: Magna Tuna Cartola recebe “Óscar” para Melhor Tuna
Theatro Circo
Nos passados dias 3 a 5 de Dezembro, realizou-se, no Theatro Circo, o XVII Celta - Certame Lusitano de Tunas Académicas, que teve como tema o cinema. A Magna Tuna Cartola de Aveiro foi a grande vencedora ao arrebatar o prémio de Melhor Tuna.

                                       Fotografias disponiveis online na Galeria BIG

Ao longo das duas noites de festival, pisaram o palco do Theatro Circo algumas das mais prestigiadas tunas de todo o país: A EUL - Estudantina Universitária de Lisboa -; A Hinoportuna - Tuna Académica do I.P.V.C. -; A TEUP - Tuna de Engenharia da Universidade do Porto -; a TUA - Tuna Universitária de Aveiro -; a TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico -; a TMUC - Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra -; MTC - Magna Tuna Cartola - e a TUCP - Tuna da Universidade Católica Portuguesa (Porto).

O CELTA contou ainda com a presença extra-concurso da TUM - Tuna Universitária do Minho - e da Azeituna (tuna organizadora do festival) - Tuna de Ciências da Universidade do Minho.

Entre as actuações, Lauro António (nome fictício) animou o público presente, com divertidíssimas entrevistas a "heróis" do mundo do cinema. Com o seu notável humor, foi "enchendo chouriços", enquanto as tunas se preparavam para entrar.

Terminadas as actuações, coube ao júri - Elisa Lessa, Firmino Neiva, António Durães, João Sá e Hugo Marques - a difícil tarefa de atribuir os prémios às tunas que mais se destacaram.


A Hinoportuna, inspirada em Zeca Afonso e Júlio Pereira, conquistou o prémio de Melhor Porta-Estandarte e, mais tarde, o prémio Super-Bock. Os hinoportunos afirmam que "adoraram o espectáculo" e que "colocaram todo o público ao rubro". Segundo Tiago Moreira, tuno da Hinoportuna, "estes são momentos inesquecíveis, sobretudo pelo convívio e amizade entre as tunas."

Os prémios de Melhor Solista e de Tuna Mais Tuna foram atribuídos à animadíssima TMUC, que terminou a sua actuação com o tema "Palavra", dedicado a todas as donzelas da sala.

A encantadora TUA, que iniciou o seu espectáculo com o arrepiante instrumental "Silêncio do Mar", foi merecedora do prémio de Melhor Instrumental.

A TUCP destacou-se pela óptima interacção com o público e alcançou o prémio de Melhor Pandeireta.

O prémio de a 2ª melhor tuna foi atribuído à TEUP, seguida da EUL, que conseguiu o prémio de 3ª melhor tuna.




Finalmente, a Magna Tuna Cartola de Aveiro foi considerada a Melhor Tuna deste XVII CELTA, a par de melhor Intérprete do tema "cinema". Os tunos de Aveiro ficaram lisonjeados pelos prémios. "É sempre um prazer enorme vir ao CELTA. Acima de tudo, divertimo-nos. Este é um teatro lindíssimo e este tipo de iniciativas devia acontecer mais vezes", declara Daniel Amorim, tuno da Magna Tuna Cartola de Aveiro.


O Theatro Circo esgotou a sala principal duas noites consecutivas, o que deixou a organização muito satisfeita. "Correu tudo muito bem. Tivemos casa cheia nos dois dias e toda a gente se mostrou muito contente com o espectáculo", afirma Emanuel Roriz, membro da Azeituna. O mesmo afirma ainda que "o Theatro Circo é uma sala emblemática que ajuda a engrandecer o evento". 

O público presente considerou o festival extraordinário: "Adorei! Foi fantástico! O tema foi muito bem representado e espero poder voltar a assistir a espectáculos destes", assegura Marlene Barbosa, estudante do 2ºano de Matemática da Universidade do Minho. Para os espectadores, o evento organizado pela Azeituna foi perfeito: "Gostei de tudo mesmo, não tenho qualquer falha a apontar", corrobora Margarida Lima, uma das muitas centenas de espectadores que encheram por completo o Theatro.

O CELTA contou ainda com a participação especial do emblemático Júlio Pereira, que no Domingo à tarde brindou todos os presentes com um memorável espectáculo.

Texto: Teresa Magalhães

Fotografia: Nuno Gonçalves


(Pub. Dez/2010) 

Arquivo de 2010