15trovas2010--4-
Cultura, 26.10.2010
XV Trovas: Vozes Femininas Cantam e Encantam Braga
Theatro Circo
Pandeiretas, trajes, guitarras acústicas, caloiras e dança... O XV Trovas, organizado pela Gatuna, deu brilho ao Theatro Circo no passado Sábado, dia 23. Com a participação de mais de quatro tunas universitárias, o festival contou ainda com a Azeituna, a tuna masculina de Ciências da Universidade do Minho

Fotos disponiveis online na Galeria BIG


Abrindo o espectáculo em pontas, o concurso de tunas femininas, regido pelo tema "Danças do Mundo", levou a palco algumas performances de ballet clássico, tango, valsa entre outras danças de salão. O XV Trovas conseguiu encher a sala de espectáculos bracarense. Tunas da cidade do Porto e Lisboa deslocaram-se até à mui nobre Bracara Augusta para mostrarem "o expoente máximo do que é ser estudante universitário", como rotulou Ivo Neto, aluno do 2º ano de Mestrado do curso de Ciências da Comunicação, na qualidade de espectador. 

A TUNAFE - Tuna Feminina da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, A Feminina - Tuna Feminina da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Tuna FOUP - Tuna Feminina do Orfeão Universitário do Porto e a TFIST - Tuna Feminina do Instituto Superior Técnico, foram as participantes no espectáculo. Bombardeadas com elogios, os grupos actuaram durante cerca de 4 horas: "Para estarem no Trovas, que é um grande espectáculo de tunas femininas, todas elas têm de ter enormes qualidades", corrobora Joana Catarina, membro de A Feminina. 



Galanteada com o prémio de Melhor Tuna, a Tuna mais Tuna e Porta Estandarte, esteve a Feminina, por outro lado, a Tuna FOUP arrecadou os prémios de Solista e Instrumental,  e com o galardão de Pandeireta ficou a TFIST.

Como marcante na vida universitária e no espírito académico, as tunas têm vindo a receber mais notoriedade no panorama nacional. Associadas às actividades praxísticas, os grupos de natureza estudantil são vistos com curiosidade pela população da cidade de Braga: "Acho que este tipo de eventos é uma coisa muito boa, não só para os universitários mas também para a população em si. É muito engraçado ver as pessoas a chegarem ao pé de nós e a gostarem do nosso espírito", afirma Joana Catarina.

Deixando o PEB - Parque de Exposições de Braga - para trás e regressando ao Theatro Circo na sua XV edição, o Trovas contou com um workshop de precursão dado pelo grupo da UM, os I Pum. Outra inovação deste espectáculo anual foi o facto de ser cobrada a entrada com a quantia de 2€: "Tivemos mais despesas. Não posso estar a aprofundar muito, mas o melhoramento que houve em termos de sala de espectáculo obrigou a que tivéssemos de cobrar entrada", justifica brevemente Ana Cardoso, "Gatuna" há já 7 anos.



Presenteando "as meninas" esteve a Azeituna que interpretou alguns dos seus temas mais conhecidos, animando a noite com uma entrada ao estilo do Hip-Hop. A fechar a noite esteve a anfitriã da noite: A Gatuna, que cantou com a voz de mais de 30 Gatunas em palco.


Texto: Rita Vilaça

Fotografia: Nuno Gonçalves

(Pub. Out/2010)

Arquivo de 2010