umdicas-foto-nunocerqueira--1-
Cultura, 14.09.2008
iPUM – Percussão Universitária do Minho
i de Irreverência; i de Inovação; os iPUM - Percussão Universitária do Minho são o mais jovem grupo de percussão da academia minhota.
iPUM é a mais recente Associação Cultural composta por estudantes da Universidade do Minho. De nome iPUM este projecto pretende ser um espaço de preservação, criação e ensino da música tradicional portuguesa com especial enfoque na área da percussão. Sem fins lucrativos, sem motivações políticas ou religiosas de qualquer ordem, o projecto de construção desta associação juvenil aspira ser um espaço de criação musical destinado aos diversos agentes da Universidade do Minho. Os seus objectivos passam ainda pela divulgação desta instituição fora das suas fronteiras físicas, com a promoção de intercâmbios culturais e recreativos com outras instituições nacionais e/ou estrangeiras com objectivos afins.
No curto prazo a actividade dos iPUM passa pela criação de uma Orquestra de Percussão, a realização de workshops e outros espaços de ensino, abertos à comunidade universitária e a implementação de um projecto de vertente social destinado a escolas e outras instituições que trabalhem com crianças e jovens no distrito de Braga.
iPUM, Percussão Universitária do Minho são um grupo de jovens e irreverentes, garantem animação por onde passam. Consta que esta é infinita! Os i's dizem não a uma percussão tradicional estagnada; os i's são jovens de espírito, de horizontes abertos e coração na terra; os i's não são zés pereiras mas neles se inspiram; os i's não são gaiteiros mas ai de quem lhes cede um pífaro. Vivem ao som da cultura tradicional portuguesa (e toda a outra!).
Apesar da sua curta história, contam-se já no cardápio de actuações uma visita ao maior festival de Percussão do País, o Portugal a Rufar, uma participação no programa Verão Total da RTP e uma viagem até ao Norte de Espanha, entre outras actuações no Minho, como aconteceu no dia 22 de Agosto em Barcelos, nas comemorações dos 80 anos de elevação de Barcelos a cidade.
Os iPUM, a convite da Câmara de Barcelos, deram colorido, ritmos quentes e muita farra popular, bem à moda do iii . A irreverência académica da UM, através da Percussão Universitária do Minho, juntou-se a todos os barcelenses para soprar as velas a esta Senhora cidade de 80 anos. A organização das festividades esteve a cargo da Câmara Municipal da cidade do «galo», com os iPUM a tocarem por volta das 15.30h no Largo da Porta Nova.
Com os iPUM tocaram os "Amigos da Borga", "Seixos Albos" (grupo da Galiza que toca Gaitas de Foles e Bombos), os "Bragueses" e Victor Rodrigues (mais os seus amigos do cantar ao desafio).
Os iPUM são neste momento presidido por André Bastos e têm uma sede na Universidade do Minho, em Braga.
Podem descobrir mais sobre este grupo de percussão em http://i-pum.blogspot.com/ e http://www.myspace.com/ipumpercussao e contactarem o grupo em ipum.minho@gmail.com caso estejam interessados em participar.
Michael Ribeiro
Arquivo de 2008