default-header-news
Cultura, 08.11.2007
O Teatro Romano de Braga
Museu Nogueira da Silva
A Professora Manuela Martins, presidente da Unidade de Arqueologia da UM, irá apresentar uma conferência, seguida de debate, sobre o Teatro Romano de Bracara Augusta.
    As escavações realizadas no verão passado no Alto da Cividade, em Braga, possibilitaram o conhecimento de novos dados sobre o teatro de Bracara Augusta, descoberto acidentalmente em 1999, junto às termas romanas aí existentes.
    A ampla área agora escavada, com cerca de 80 m de diâmetro, e o considerável número de elementos arquitectónicos e decorativos identificados permitiram a interpretação das diferentes partes orgânicas do teatro e a elaboração de uma primeira proposta de restituição arquitectónica do edifício.
    Para dar conta aos bracarenses e demais interessados dos resultados obtidos, a Biblioteca Pública de Braga, unidade cultural da Univ. do Minho, na sequência do que já se tinha verificado há um ano, convidou a professora Manuela Martins, presidente da Unidade de Arqueologia da UM e directora das escavações realizadas no local a proferir uma conferência sobre o tema, a que se seguirá um debate O Teatro Romano de Bracara Augusta: novos dados, novos desafios é o título da intervenção que aquela professora catedrática da Arqueologia do Instituto de Ciências Sociais da UM irá realizar no próximo dia 8 de Novembro (quinta-feira), às 21.30 h., no Museu Nogueira da Silva (Av. central, 61, Braga), com entrada livre.
A BPB informa ainda que no seu espaço Destaque se evoca, através de uma mostra bibliográfica, o poeta César Teixeira , recentemente falecido.
Arquivo de 2007