att88b8f
Cultura, 12.03.2007
"Cinema e Saúde em conversas de café"
UMinho
Na Comunicação Social, nas Ciências Políticas, no Desporto, na Musica e Artes Plásticas, quanta arte e quanta ciência convivem para nelas recriarmos os nossos ídolos, mitos e símbolos? Que testemunhos de vida priveligiamos? Que efeitos na nossa saúde individual e colectiva podemos esperar? Let's talk about the trailer!

O Cinema é muitas vezes definido como uma arte de síntese, de conjugação dialéctica de varias outras expressões e vivências artísticas como a literatura, a pintura, a musica. É a fonte criativa de sonhos e fascínios, de catarse de emoções e terrores, de alegorias sociais. É um espelho das mais extraordinárias biografias, percursos individuais e colectivos, visões multifacetadas moldadas pelas mais intensas alegrias e sofrimentos. É capaz de gerar novos mitos e narrativas de fantasia na nossa civilização, edifica novos símbolos, e elege novos ícones como modelos de comportamentos com gestos rituais e idolatrados, tornando-os vectores de Saúde e de Doença, de liberdade e de opressão.

Arquivo de 2007